26 de outubro de 2012

Aquela velha menina tinha peso em viver. Mas evitava chorar por ter lágrimas gordurosas, então sorria como toda a gente que persistia em ser (humano).

24 de outubro de 2012

 
 

Uma folha de papel em branco é uma porta para um novo mundo.

20 de outubro de 2012

 

Pula, pula Grão!
vai ser Pipoca na vida.

Indescoberta


Ela lambia o portão pra saber que gosto tinha, daí chegou a conclusão que não se pode saber tudo.

19 de outubro de 2012

Poesia indigesta















Tem poesia que desce num entalo
Feito comida mal mastigada.

Subir na vida

                      Sempre fui de cometer pequenos delitos: pegar livros em bibliotecas, ficar com parte do troco, jogar pedras no asfalto, etc, etc, etc. Percebi que nem assim eu seria reconhecida, então decidi não aparecer mais. Agora prefiro esperar outras oportunidades de me tornar importante.


1 de outubro de 2012

Caminho das margaridas

O caminho de chegar
Era sempre o mais lindo que existia:
O das margaridas.
Agora que não chego mais
Nem brilha e nem cheira a noite.
E vou, partindo sem elas
Levando comigo
A lembrança da poesia
Dos caminhos de outrora.